ROCK SERTÃO 2011; EU VOU

Posted by PURGATORIUS RECORDS | Posted in , | Posted on 16:10


QUANDO A “CAPITAL DO SERTÃO” SE TRANSFORMA NA “CAPITAL DO ROCK”

O  Festival de Música Independente “ROCK SERTÃO”, se origina com o início da banda FATOR RH (que agrega o punk rock, o  manguebeat e o blues com a cultura regional local), cujo nome resgata uma banda que existia na cidade, em meados da década de 80.
Surgiu com a referida banda, a necessidade de mostrar o som e o trabalho das bandas de música independente do interior e de promover o intercâmbio entre aqueles que produzem esse tipo de música em Sergipe. Além disso, havia uma necessidade de formar um público maior para esse estilo musical e de atender aos anseios de seu incipiente público local.
A idéia se efetivou num festival de bandas alternativas de vários estilos musicais (que se apresentaram sem receber cachê), realizado em praça pública, de forma que pudesse dar ao público em geral acesso facilitado a um produto cultural de qualidade oriundo da própria região, além, é óbvio, de estimular o surgimento de novas bandas.
A 1ª Edição do Festival de Música Independente “Rock Sertão” foi realizada no dia 24 de março de 2001 com quatro bandas oriundas de três cidades da Região do Alto-Sertão. Apesar da pequena divulgação, atraiu público de toda região.
O êxito do Festival impulsionou a carreira da Banda FATOR RH e tornou imperativa a realização de uma segunda edição que só ocorreu três anos depois, dessa vez em dois dias, com a participação de nove bandas e contando com o apoio da maior parte dos comerciantes locais e de alguns de Aracaju, e da prefeitura municipal.
A 2ª edição, realizado nos dias 14 e 15 de maio de 2004, atraiu a atenção da imprensa sergipana. O ponto alto desta edição foi o momento em que a banda Corpos Cavernosos (Aracaju) impressionou o público com na segunda noite do Festival com músicas próprias e uma versão de Asa Branca (Luiz Gonzaga), em homenagem a este grande ícone sertanejo. A TV Sergipe, diversos jornais, revistas, sites e as principais rádios do Estado divulgaram o evento. O evento surpreendeu a expectativa de todos atraindo caravanas de cidades de Sergipe e de Estados vizinhos.
Consagrado já no calendário cultural e festivo de Nossa Senhora da Glória, a 3ª edição foi realizada nos dias 20 e 21 de maio de 2005, na Praça Antônio Alves Oliveira, centro da cidade.
Depois desta edição, a comunidade gloriense pôde contar com um Programa exclusivo na rádio comunitária “Boca da Mata FM” para divulgar a música regional independe sergipana. O programa vai ao ar todos os sábados.
A relevância das edições anteriores chamou a atenção de bandas consagradas do cenário alternativo sergipano para a 4ª edição do festival que aconteceu nos dias 12 e 13 de maio de 2006, como foi o caso da banda Plástico Lunar, que concorreu no ano de 2007 ao Prêmio Toddy da música independente em âmbito nacional, figurando entre uma das 16 (dezesseis) melhores bandas nacionais. Além dela, a banda Maria Scombona, que tem vasta experiência em festivais por todo o país, e representa a mistura do Rock, do Jazz, do Soul e do Funk  com o Baião, o Samba de Coco e o Maracatu construindo um sentimento de sergipanidade que contagia o público.
Além de prestigiar as apresentações, o público pôde levar para casa os produtos das bandas, comprando os cds e as camisas das mãos dos próprios músicos. Tendo acesso ao trabalho das bandas que participaram do Festival, um maior número de pessoas começou a ligar para a “Boca da Mata FM” pedindo as músicas das bandas sergipanas e entrando na comunidade do orkut para indicar as bandas que queriam ver na próxima edição. Com essa reciprocidade do público, ficou mais fácil para a organização do evento selecionar as bandas que participaram da 5ª edição, porque inúmeras bandas de Sergipe e Estados circunvizinhos entraram em contato com a organização, querendo até pagar para tocar.
O Festival de Música Independente “Rock Sertão” contribui expressivamente para a divulgação do trabalho de bandas sergipanas que, sem eventos alternativos como este, não teriam oportunidade de mostrar seu trabalho. O evento colaborou também para a disseminação da música independente na região sertaneja, confirmando que essa mescla de estilos musicais possui características mutantes que, agregadas ao regionalismo e à criatividade do nordestino, resultam numa manifestação cultural extremamente original.
O Festival contou em sua 6ª edição com a presença de dezesseis bandas sergipanas e do cantor maranhense Zeca Baleiro, caracterizando mais vez mescla de ritmos e a cumplicidade da boa música brasileira.
É fato que o Festival se encontra em uma crescente de apoio, divulgação e, sobretudo de público. Cada edição do “Rock Sertão” é uma superação das edições anteriores, sendo que este ano o festival ganhou divulgação no estado de Sergipe com a vinculação de propagandas na maior emissora de TV do estado, de vinhetas nas mais diversas rádios, entrevistas com os idealizadores e bandas participantes no Festival de música, além da ampla divulgação na internet, nos mais variados sites, blogs e comunidades. A participação do poder público estadual foi imperativa na concretização desta edição, apoiando na profissionalização da execução do festival.
Nossos agradecimentos ao governo do Estado de Sergipe, à todos os comerciantes que sempre respeitaram dando o suporte para a sua realização, com essa parceria hoje o Rock Sertão é referência nacional para a música independente. E nosso muito obrigado à todos os loucos que batalham junto com a gente sem receber um tostão sequer, por acreditar que em um país infectado com a diferença social, com a falta de saúde, de educação e de respeito com o “povo”, vale a pena acreditar na transformação através da música, música essa que nos proporciona o pensar.

www.rocksertao.com

Comments (0)

Postar um comentário

videos

Loading...